domingo, 29 de março de 2020

VELOZES E AMOROSOS VI (A verdadeira autoridade na vida de uma TJ)®


Retornando a escrever um artigo para esta série (no qual a ideia é fazer textos curtos e que demonstrem toda minha preocupação e amor fraternal pelas TJ), vou fazer uma afirmação (contundente) e após vou comprová-la, cabalmente, baseado em minha observação pessoal e, principalmente, com afirmações feitas pelo próprio Corpo Governante (CG) das Testemunhas de Jeová (TJ).
- Afirmação: Se 100% das TJ notarem, pela observação daquilo que ocorre na prática em suas vidas (e não a partir dos conceitos de certo e errado) e forem extremamente sinceras consigo mesma, por mais difícil que seja, ainda que seja apenas em seu íntimo, sem que ninguém mais saiba, irão concluir que o texto de II Tm. 3:16-17 (real, vivenciado, que se “sente na pele”) deve ser reescrito de:
Toda a Escritura é inspirada por Deus e proveitosa para ensinar, para repreender, para endireitar as coisas, para disciplinar em justiça, a fim de que o homem de Deus seja plenamente competente, completamente equipado para toda boa obra.
para:
Todos os escritos do CG (e não, exatamente, a Bíblia) são inspirados por Deus e são proveitosos para ensinar, para repreender, para endireitar as coisas, para disciplinar em justiça, a fim de que o homem de Deus seja plenamente competente, completamente equipado para toda boa obra.
Eu sei que o CG nega ser inspirado, eu sei que a tendência das TJ que lerem este artigo será de negar, veementemente, que a adaptação acima seja uma realidade em suas vidas, porém, eu estou certo (após mais de 30 anos observando, conversando e estudando com muitas e muitas TJ) que basta ser TJ e não mentir para si mesma para se notar que a adaptação acima é a mais pura realidade!
Não é só a observação e contatos mantidos com TJ que me permitem propor a adaptação acima, basta considerar uma das reivindicação já feitas pelo CG (e existam várias), para se chegar à mesmíssima conclusão e se você, TJ que está lendo este artigo, crê que produzi um tremendo absurdo ao propor a adaptação acima, peço que volte a reavaliá-la ao final da leitura e reflexão sobre este artigo:
Os homens que compõem o CG sabem que seus escritos são encarados com igual ou até maior autoridade que a própria Bíblia, afinal, na visão das TJ a Bíblia não “fala" por si mesma, é o CG quem determina o que ela "fala" e o que ela não "fala"!

Posso, realmente, chegar a uma conclusão diversa desta após ler esta audaciosa, absurda e auto-contraditória afirmação do CG?
Devemos comer, digerir e assimilar o que se coloca diante de nós, sem rejeitar certas partes do alimento porque talvez não convenha ao capricho do nosso gosto mental. As VERDADES que havemos de publicar são aquelas que a organização do escravo discreto fornece, não algumas opiniões pessoais contrárias ao que o escravo providenciou como sendo sustento conveniente. Jeová e Cristo dirigem e corrigem o escravo conforme a necessidade, não nós como indivíduos.
S. 1/11/52, p. 164
As TJ não têm opção! A elas só cabe – COMER, DIGERIR E ASSIMILAR – tudo aquilo que o CG ensinar, logo, se o CG ensinar algo que contradiz a Bíblia, restará às TJ, da mesma forma, apenas: COMER, DIGERIR e ASSIMILAR tal ensino!
Neste ponto talvez você pense:
 “Mas o CG não ensina nada de biblicamente incorreto para as TJ”.
Se teve este pensamento (ou mesmo que não tenha tido), importante lembrar que o CG, recentemente, confessou que o “alimento” que fornece não tem qualquer garantia de ser verdadeiro (pode ser verdadeiro ou não). Relembre:
12O Corpo Governante não (...) é perfeito. Por isso, às vezes, o Corpo Governante PODE ERRAR na explicação de algum assunto da Bíblia ou em alguma orientação.
S.2/2017, p.24
Tal realidade (que não passou a existir apenas a partir da confissão em 2017, mas sim, já era algo real e conhecido pelos homens que formavam o CG lá em 1952) não os impediu de julgar ser alimento CONVENIENTE afirmar às TJ que (se faz necessário repetir):
Devemos comer, digerir e assimilar o que se coloca diante de nós, sem rejeitar certas partes do alimento porque talvez não convenha ao capricho do nosso gosto mental. As VERDADES que havemos de publicar são aquelas que a organização do escravo discreto fornece, não algumas opiniões pessoais contrárias ao que o escravo providenciou como sendo sustento conveniente. Jeová e Cristo dirigem e corrigem o escravo conforme a necessidade, não nós como indivíduos.
S. 1/11/52, p. 164
- Obs1. – Percebeu a auto-contradição do texto?
- Se não tiver percebido, leia a pergunta que segue e, após e novamente, o trecho da Sentinela acima:
- Quem publica VERDADES precisa
 ser CORRIGIDO?
- Obs.2 – Percebeu que mesmo precisando de correção (e só aquilo que está errado necessita de correção), o sustento provido pelo “escravo” (enquanto não vier a correção) deve ser encarado como – CONVENIENTE e portanto, deve ser COMIDO, DIGERIDO e ASSIMILADO como se verdade (verdadeira) fosse? (desculpem a redundância, mas ela se faz necessária).   
- Obs.3 – Percebeu que esta Sentinela responsabiliza a Jeová e a Jesus tanto pelas “verdades” (que precisam de correção) nas quais as TJ acreditam quanto pela demora nas respectivas correções?
Se não tiver percebido, releia,
 a absurda afirmação acima!

Crendo que já comprovei minha hipótese (as TJ não têm opção – têm que COMER, DIGERIR e ASSIMILAR - tudo o que o CG ensinar, mesmo que seja contrário à própria Bíblia), volto a perguntar (agora de outra forma):
Quais escritos, de verdade, têm
real autoridade sobre sua vida?
 - A Bíblia ou as publicações do CG?
Amigos (as) TJ - Não é possível ser um real seguidor de Jeová e de Jesus se qualquer escrito diverso da Bíblia (esta sim inspirada e sem erros) tiver lugar de autoridade máxima em sua vida!

- Lâmpada para seus pés e luz para o seus caminhos é somente a Bíblia quem dá (Sl. 109:105)!
- O livro que te mantém completamente equipado para toda a boa obra é a Bíblia (II Tm. 3:16), logo você não precisa de nenhum outro!
- Nunca permita que algum outro escrito humano, replete de erros, tome o lugar e a autoridade da Bíblia em sua vida - do contrário você se quer é merecedor do título - Testemunha de Jeová!
- Reflita e ore a Jeová a respeito disso (um coração quebrantado e contrito Jeová não despreza - Sl. 51:17).
-------------------------
Quer comentar? Quer discordar (indicando no que minhas conclusões estão incorretas)? Quer acrescer outros argumentos que concordem comigo? Encontrou no texto algum erro que exige correção? Escreva para mim! Desde já agradeço.

Nenhum comentário:

Postar um comentário