segunda-feira, 6 de julho de 2020

Perspectiva Bereana (1) – Como Jeová Guia Seu Povo Hoje? (1ªParte)®

11Ora, estes de Bereia eram mais nobres do que os de Tessalônica, pois receberam a palavra com toda a avidez, examinando as Escrituras todos os dias para ver se as coisas eram, de fato, assim. (At.17 - NAA)

Por intermédio deste artigo início uma nova série para este blog, na qual o objetivo será “dissecar” artigos inteiros da Sentinela.

            As TJ que lerem este artigo terão oportunidade de reestudar um texto já conhecido, agora, na “perspectiva bereana”, isso é, que deixa para concluir se algo é verdadeiro ou não, somente depois de uma interessada e ávida investigação bíblica.

Um dos principais objetivo desta nova série será oferecer às TJ a oportunidade de perceberem se estudam a Sentinela com a mentalidade dos habitantes de Tessalônica ou de Bereia.

Vou dar preferências aos textos da literatura do CG que contêm citações que uso frequentemente neste Blog e começo pelo maior “tiro em ambos os pés” que conheço nas publicações do CG, que está na:

 Sentinela (de Estudo) de fevereiro de 2017, pg. 23 a 28.

Vou dividir a análise em algumas partes para evitar escrever um único artigo “quilométrico” (nesta primeira postagem vou me limitar a analisar o título dado ao artigo e, ainda assim, ela será imensa)!

1- Como Jeová Guia Seu Povo Hoje?

1.1 Pergunta retórica:

O título escolhido é encerrado por um ponto de interrogação e, por isso, seria uma pergunta, logo, somente ao final da leitura, o(a) leitor(a) deveria concluir, por todas as vias exploradas no texto, a resposta de tal pergunta, porém, a pergunta é meramente retórica, assim, a intenção do autor é fazer brotar, espontânea e automaticamente nas mentes de seu “público alvo”, a resposta óbvia e necessária da “questão proposta”, logo após ela ter sido lida, isso é:

- No “final das contas”, Jeová guia seu povo por intermédio

 do governo exercido por seu - Corpo Governante na terra.

Obs – Aliás, no artigo que antecede a este ora analisado, o CG afirma (se diferenciado de outras religiões, que afirmam ter lideres humanos) que as TJ não têm por líder nenhum ser humano imperfeito, mas que o líder das TJ é Cristo, porém, logo após e contraditoriamente, se afirma:

2Mas existe um grupo de homens aqui na Terra que toma a liderança (!?) entre o povo de Deus hoje: o “escravo fiel e prudente”. (Mat. 24:45) p.18

Não obstante a contradição evidente, fica claro que a pergunta que dá título a este artigo é, realmente, retórica e que a resposta é aquela que indiquei acima.

1.2 - Análise dos termos (em destaque) do título:

a) COMO Jeová guia seu povo hoje?

            O título, em seu todo, apresenta uma pergunta (retórica), mas, internamente, há duas afirmações que antecedem o ponto de interrogação, são elas:

- Jeová tem um povo hoje e

- Jeová guia seu povo hoje;

assim a “pergunta”, em si, está apenas no – COMO!

- Como Jeová guia seu povo hoje (qual o método, qual o meio pelo qual Ele assim o faz)?

É esta a pergunta que o texto deverá “responder” (na verdade, reafirmar, pois, como já dito, a resposta “brota”, automaticamente, na mente das TJ logo após ler o título).

b) como JEOVÁ guia seu povo hoje?

            Como já dito, a “pergunta” acima tem duas afirmações internas e ambas se referem a Jeová e perceber isso está muito longe de ser um mero detalhe, pois, o artigo  irá tratar de algo que é feito pelo criador do universo, o ser todo poderoso, que sempre existiu, que (Is. 46:10) “conta o fim desde o começo” (isso apenas para iniciar uma pequena amostra do “curriculum vitae” Daquele que as TJ reivindicam ser o seu Guia)!

Se for, realmente, Jeová quem guia as TJ, então, tal atuação TEM QUE REFLETIR (não há negociação quanto a isto), as características de Jeová, conforme reveladas na Bíblia.

Seguem mais algumas características do “guiador” das TJ, conforme se vê na Bíblia e reconhece o próprio CG em suas publicações (grifos acrescidos):

4A Rocha — perfeito é tudo o que ele faz, Pois todos os seus caminhos são justos. Deus de fidelidade, que nunca é injusto; Justo e reto é ele. (Dt. 32)

- Jeová Deus, que é ‘perfeito na sua atuação [“sem mácula (imaculadas) são as suas obras”, Sy]’, ... (Verbete “mácula”. Perspicaz, v. 2, p. 734).

- 5 O que o nome de Deus significa? Muitos estudiosos concordam que o nome Jeová parece significar “Ele faz com que venha a ser”. Isso nos lembra de que nada pode impedir que a vontade de Jeová se cumpra. Se ele quiser que algo aconteça, ele vai fazê-lo acontecer. (S. 6/2020, p. 9)

- 11 Mas as decisões de Jeová permanecerão para sempre; os pensamentos do seu coração, de geração em geração. (Sl. 33).

- Não há veto aos propósitos de Deus

Nada na criação pode vetar os propósitos de Jeová: “A palavra que sair da minha boca . . . não voltará para mim vazia.” — Isa. 55:11, ALA. (S. 15/4/63, p. 255).

- A BÍBLIA diz o seguinte sobre Deus: “Com [ele] não há variação da virada da sombra.” E ele mesmo garante: “Eu sou Jeová; não mudei.” (Tiago 1:17; Malaquias 3:6) Realmente, Jeová Deus é bem diferente das pessoas que são difíceis de agradar e em quem não se pode confiar por estarem sempre mudando de idéia. (S. 1/6/09, p. 21).

Se o próprio Jeová faz algo, então, aquilo que Ele faz será, em resumo:

- Perfeito, ...

- ... será imaculado.

- Aqueles sobre os quais Jeová atuar irão, em tudo, cumprir exatamente aquilo que Jeová entender pertinente, afinal...

- ...as decisões de Jeová permanecem para sempre.

- Aqueles sobre os quais Jeová atua não poderão vetar os propósitos de Jeová, logo,

- se poderá confiar neles, pois, não estarão sempre mudando de ideia, afinal, não agem de acordo com a própria iniciativa, mas sim, pela atuação de Jeová.

Agora, de forma aplicada ao CG:

Se Jeová guia (ou governa) seu povo por intermédio do CG, então tal guia (ou governo) será perfeito, imaculado, como tudo o que 

Ele faz.  Os guiados irão, farão e crerão, exatamente, de acordo com aquilo que Jeová tiver determinado, afinal, as decisões de Jeová permanecem para sempre.  Falhas e imperfeições humanas do CG e dos governados não poderão vetar os propósitos de Jeová, logo, se poderá confiar no CG, pois, ele não estará sempre mudando de ideia na medida em que não age de própria iniciativa, mas sim, é perfeitamente guiado por Jeová.

Não  basta o CG reivindicar que é guiado por Deus ao governar as TJ, para que isso seja, efetivamente, uma verdade!

Na perspectiva dos tessalonicenses seria até possível que a reivindicação do CG passasse por verdadeira pelo simples fato de ter sido afirmada, mas, não na perspectiva Bereana!

Esta exige que o governo que o CG exerce sobre as TJ reflitam as características de Jeová e cumpram suas determinações, conforme, novamente, resumo abaixo:

Se Jeová guia (ou governa) seu povo por intermédio do CG, então tal guia (ou governo) será perfeito, imaculado, como tudo o que Ele faz.  Os guiados irão, farão e acreditarão exatamente naquilo que o que Jeová entender pertinente, afinal, as decisões de Jeová permanecem para sempre.  Falhas e imperfeições humanas do CG e dos governados não poderão vetar os propósitos de Jeová, logo, se poderá confiar no CG, pois, ele não estará sempre mudando de ideia, pois não age de acordo com sua própria vontade e conveniências, mas sim, é perfeitamente guiado por Jeová.

Aí está o padrão bíblico daquilo que se reivindica, portanto,

 é neste sentido que todas as argumentações do artigo deverão apontar.

c) como Jeová GUIA seu povo hoje?

            Não é muito útil tudo o que vimos até agora se não entendermos bem o que significa o verbo “guiar” para, então, entender o que vem ser “guiado por Jeová”.

            Antes disso, porém, é importante observar que o CG não tem qualquer problema em se dizer “guiado” por Jeová, mas nega que seja “inspirado” por Ele!

            Ocorre que tais meios de Jeová atuar, do ponto de vista dos fins que irão atingir, têm a exata diferença entre “seis” e “meia dúzia” (diferente na forma de dizer e escrever, iguais em significado), pois, se:

- quem inspira – é Jeová e

- quem guia – é Jeová

então a Bíblia nos garante (como já visto acima) que:

Aquilo que Jeová inspirar será perfeito!

Aquilo que Jeová guiar, será perfeito!

E quando falo em “guiar perfeitamente” não estou afirmando que o CG, por ser guiado por Jeová, acabará, ainda que seja só no “final das contas”:

- fazendo aquilo para o qual foi guiado,

- acabará ensinando ao povo aquilo que Jeová dirigiu para que ensinasse,

- dará conselhos que se adaptem ao conselho de Jeová

Não!

O que estou afirmando, para cada um destes itens, é que uma vez guiado por Jeová da “largada à chegada” o CG não se desviará um milímetro para fora daquilo que seu Guia determinar, como ocorre com um trem em relação a seus trilhos.

Dito isso, vejamos o que afirma um dicionário online sobre o verbete “guiar”:

1. Servir de guia aencaminhar.

2. Dirigir.

3. Conduzir.

4. Aconselhar.

https://dicionario.priberam.org/guiar 

Por intermédio do CG, Jeová (de forma perfeita):

 serve de guia, encaminha, dirige, conduz e aconselha seu povo.

Uma outra analogia que posso usar para o CG é como se a organização de Jeová fosse uma bicicleta de muitos lugares, sendo os 8 primeiros lugares com pedal, no quais se assentam os homens do CG (os ciclistas, que são movidos pela “força ativa de Jeová” a pedalar). No guidão (ou guidom – que  é o responsável por guiar a bicicleta) estarão as mãos de Jeová, conduzindo sua organização durante todo o trajeto.

Vejamos um exemplo na Bíblia:

12 E guiaste-os de dia por uma coluna de nuvem e de noite por uma coluna de fogo, para iluminar-lhes o caminho em que deviam andar. (Sl. 9:12)

Jeová permitiu que seu povo peregrinasse por 40 anos no deserto. Ocorre que, dependendo a rota utilizada, a distância a percorrer entre o Egito e Canaã  seria, em média, de 500 Km, assim, se o povo caminhasse apenas 500 metros por dia (e apenas durante o dia), a viagem teria ocorrido em menos de 3 anos (menos de um décimo do tempo que durou)!

            Jeová acabou determinando que a viagem durasse 40 anos e por meio da nuvem e da coluna de fogo guiou o povo de forma a cumprir, perfeitamente, essa sua vontade. Seu povo, assim guiado, não seriam capazes de “cortar o caminho” nem de prolongar por mais de 40 anos a jornada.

            Como já sugeri, não importa o método que Jeová adote para fazer cumprir sua vontade e tornar conhecidas suas verdades e propósitos.

Se Ele inspirar, será por meio da inspiração que

 sua vontade irá se cumprir e se Ele guiar, isso,

 da mesma forma, irá ocorrer!

No método há diferença entre ser guiado e ser inspirado:

- Quando Jeová inspira, ele coloca suas palavras na mente ou nas mentes de seus servos.

- Quando Jeová guia, ele conduz as ações e os pensamento, para aquilo que deseja.

Mas, “no final das contas”, insisto,

 o resultado é o mesmo!

Na Sentinela abaixo citada o CG concorda com esta visão sobre “ser guiado” pela “força ativa de Jeová”, pois, ao mesmo tempo que nega que a interpretação da vontade e da palavra de Jeová se dá por intermédio de um milagre, afirma que as coisas de Jeová só se tornam conhecidas, com a orientação dele, assim, independentemente do método, Jeová age e sua propósito se cumpre.

‘As interpretações pertencem a Deus’ em outro sentido. Guiado por espírito santo, José, servo fiel de Jeová Deus, pôde decifrar o significado dos sonhos intrigantes relatados por seus colegas de cela.(Gênesis 41:38) Quando os atuais servos de Deus não têm certeza do significado de certa profecia, eles oram pedindo espírito santo e então estudam e pesquisam diligentemente a Sua Palavra inspirada. Com a orientação dele, encontram textos que esclarecem o significado de algumas profecias. A interpretação não é feita de forma milagrosa por humanos. Ela vem de Deus porque é por meio de seu espírito e de sua Palavra que o significado fica claro. A interpretação vem da própria Bíblia, não de previsões humanas. — Atos 15:12-21. (S.1/12/11, p.12) 

d) Como Jeová guia seu povo HOJE?

            Antes de tratar do “hoje” é importante informar que o artigo anterior, da mesma Sentinela que estou me propondo a analisar, tem o título “Jeová SEMPRE guia seu povo” o que indica que a guia de Jeová sobre seu povo é, além de tudo o que já vimos acima, ininterrupta.

Neste artigo analisado será interessante notar o que é definido por “hoje”, isto é, desde quando é “hoje”?

A importância disso será para que possamos perceber se “hoje” Deus passou a usar uma forma diversa de guiar seu povo, em relação àquela que adotava “antes de hoje” ou se sempre foi igual (quando tal aspecto aparecer no texto eu o ressaltarei).

A todos(as) que lerem esta primeira postagem sugiro que, antes de lerem as próximas, leiam a íntegra do artigo da Sentinela aqui tratada no link - https://www.jw.org/pt/biblioteca/revistas/a-sentinela-estudo-fevereiro-2017/como-jeova-guia-seu-povo-hoje/

-----------------------------

Você concorda com as conclusões que expus com base no título do artigo? Você concorda apenas em parte? Você tem outros argumentos que apoiem minhas conclusões? Você tem argumentos que desacreditem o que escrevi? Você encontrou algum erro de escrita que exige correção. Escreva para mim, deixando mensagem no blog ou por e-mail (1tessalonicenses5:21@gmail.com). Desde já, agradeço.

 

 

 


2 comentários:

  1. Olá Desconhecido - Muito obrigado pela visita ao Blog e pelo elogio. Te incentivo a ler outros artigos e se tiver observações, críticas, sugestões a fazer, todas serão muito vem vindas. Volte Sempre!

    ResponderExcluir